Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

Cirurgia Plástica e mastectomia

Em casos mais avançados de tratamento de câncer de mama, a mastectomia parcial ou total é o único tratamento possível. No entanto, a mulher não precisa mais passar pelos constrangimentos inerentes à perda da mama, pois a reconstrução mamária recompõe o seio perdido e, desde 2011, é coberta inclusive pelo SUS, tão logo ela tenha condição de se submeter ao procedimento. 

A cirurgia

A Reconstrução Mamária recompõe a mama perdida de modo que ela fique com aspecto e simetria naturais através de algumas técnicas, sendo as três mais comuns:

  • Implante de silicone
  • Expansores cutâneos
  • Transferência de retalhos de pele.
Pré-operatório

Como todo procedimento cirúrgico, a reconstrução mamária exige cuidados pré-operatórios que são essenciais para o sucesso da operação. Abaixo, os cuidados pré-operatórios básicos:

  • Esclareça o tipo de incisão que vai ser utilizada e a anestesia.
  • Relate qualquer tipo de tratamento realizado em sua mama no passado ou atualmente.
  • Evite tomar aspirina ou remédios contendo AAS (ácido acetil salicílico)
  • Evite vitamina E, pelo menos nas duas semanas que antecedem à cirurgia, pois poderão interferir no processo de coagulação e causar sangramentos. Isto inclui Gingko-Biloba.
  • Evite todo e qualquer medicamento para emagrecer, que eventualmente esteja fazendo uso, por um período de 10 dias do ato cirúrgico.
  • Evite tomar ou usar substâncias tóxicas ou drogas nas duas semanas antecedentes a cirurgia.
  • Não fume nos 15 dias que antecedem a cirurgia e nas duas semanas de pós-operatório, pois poderá haver retardo da cicatrização.
  • Comunique ao médico se tiver episódio de erupção de qualquer tipo de herpes.
  • Não se exceda em exercícios físicos, alimentos e não tome bebidas alcoólicas.
  • De preferência programe-a para fora do período menstrual.
Resultados

Os resultados da reconstrução mamária são cada vez melhores e mais seguros, mas é importante prevenir o retorno da doença. 

Prevenção e sintomas

Cerca de 520.000 mulheres morrem todos os anos vítimas do Câncer de Mama, ainda que a doença tenha 90% chances de cura se descoberta precocemente, portanto,  é fundamental realizar o autoexame para detecção do tumor, bem como a visita anual ao mastologista. 

De toda forma. é impossível dar certeza da eficácia na prevenção, pois o câncer é uma doença imprevisível. E outro ponto essencial para reduzir as chances da doença é controlar os fatores de risco, praticar atividades físicas regularmente e ter uma dieta balanceada podem reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver a doença. Os principais sintomas da doença são:

  • Nódulo único e endurecido
  • Abaulamento de parte da mama
  • Inchaço da pele na mama
  • Pele vermelha na mama
  • Inversão do mamilo
  • Sensação de nódulo em uma das mamas
  • Sensação de nódulo aumentado na axila
  • Pele do mamilo espessa ou retraída
  • Secreção nos mamilos
  • Inchaço no braço
  • Dor na mama
  • Dor no mamilo