Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

Mastopexia

A mastopexia é a cirurgia realizada com objetivo de elevar as mamas e reduzir sua flacidez. Popularmente é conhecida como “lifting de mama”. O procedimento permite retirar o excesso de pele para remodelar sua forma além de reposicionar a aréola. Geralmente não há redução do seu volume.

Indicação:


Pacientes que apresentam flacidez e queda nas mamas. Nesses casos, há a necessidade de reposicionar a aréola e o tecido mamário, através da remoção do excesso de pele para compor o novo contorno da mama. Pode ser combinada também com o implante de prótese de silicone, quando se deseja um aumento associado.

Esta condição é muito frequente em pessoas que passaram por perdas significativas de peso, processos de amamentação ou o simples envelhecimento.

A Cirurgia


É realizada em ambiente hospitalar.

Anestesia


Anestesia local com sedação, anestesia geral ou anestesia peridural, dependendo da avaliação de cada caso pela equipe cirúrgico – anestésica. Isso é discutido com a paciente, ponderando-se sobre todos os aspectos.

Duração da cirurgia


Em média de três a quatro horas. Dependendo do caso, existem detalhes que podem prolongar esse tempo.

Período de internação


Geralmente, de 12 a 24 horas.

Cicatrizes


Existem várias técnicas descritas de mastopexia, as quais podem resultar em cicatrizes de tamanho, posição e desenhos variados. Dependendo das características das mamas, como tamanho, consistência, forma e qualidade da pele, pode ser preferível determinada técnica a outra, resultando em determinadas cicatrizes.

As técnicas mais comuns deixam as cicatrizes mamárias em forma de “T” invertido ou “L” e ao redor da aréola (Peri areolar), sendo localizadas em áreas que podem ser encobertas pelas vestes de banho. É importante saber que as cicatrizes passam por uma evolução natural até que sua completa maturação seja atingida.

Pós-operatório


Evolução pós-operatória

Felizmente, esta cirurgia permite-nos posicionar as cicatrizes bastante disfarçadas, o que é muito conveniente nos primeiros meses. Para melhor esclarecê-la sobre a evolução cicatricial, vamos relatar os diversos períodos pelos quais as cicatrizes passarão:

Período Imediato:

Até o 30º dia e apresenta-se com aspecto excelente e pouco visível. Alguns casos apresentam discreta reação aos pontos ou ao curativo.

Período Mediato:

Vai do 30º dia até o 12º mês. Neste período haverá espessamento natural da cicatriz, bem como mudança na tonalidade de sua cor, passando de “vermelho” para o “marrom”, vai, aos poucos, clareando. Este período, o menos favorável da evolução cicatricial, é o onde mais preocupa as pacientes. Como não podemos apressar o processo natural da cicatrização, recomendamos às pacientes onde não se preocupem, pois, o período tardio se encarregará de diminuir os vestígios cicatriciais.

Período Tardio:

Vai do 12º ao 18º mês. Neste período, a cicatriz começa a tornar-se mais clara e menos consistente atingindo o seu aspecto definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo da cirurgia do abdome deverá ser feita após este período.


Recomendações gerais Pós-operatório Termo de consentimento
Responsive ThemeForest Wordpress Theme Avada bigtheme.net/wordpress/themeforest/323-avada BIGtheme.net