Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

Ritidoplastia

Ritidoplastia significa tratamento cirúrgico das rugas, um procedimento que visa restaurar a harmonia e jovialidade da face. Com o envelhecimento, a pele e suas estruturas vão perdendo elasticidade e se tornando cada vez mais flácidas. Esta condição é traduzida em excessos de pele, sulcos acentuados, rugas de expressão, perda de contorno da mandíbula e do pescoço. A técnica operatória deste verdadeiro Lifting facial permite que se tracione a pele e suas estruturas profundas de forma a restaurar a posição que ocupavam durante a juventude.

Indicação:


Pacientes que apresentam graus significativos de flacidez na face. Este quadro se traduz por excessos de pele visível, queda de estruturas como sobrancelhas e pálpebras, surgimento de rugas (frontais, glabelares, “pés de galinha”), sulcos acentuados (“bigode chinês”, “linha da marionete”) e perda do contorno natural, com má definição de estruturas como o arco da mandíbula e malares (maçãs do rosto).

A Cirurgia


Realizada em ambiente hospitalar, sob anestesia local com sedação ou anestesia geral. Duração aproximada de 4 a 6 horas. Dependendo da localização e do grau de flacidez, podemos propor 3 métodos:

Lifting de 1/3 superior (Frontal):


Técnica é usada para casos de rugas glabelares, frontais e queda dos supercílios. É realizada uma incisão no couro cabeludo ou na linha do cabelo pela qual toda a pele é descolada com as estruturas profundas, possibilitando o tratamento dos músculos além de tracionar e ressecar o excesso de pele. Pode ser realizada por videoendoscopia.

Lifting de 1/3 médio:


Técnica usada para rugas na região dos olhos, nariz e boca, tais como os pés de galinha, marionete e o bigode chinês. É realizada uma incisão que se inicia dentro do cabelo ou na linha anterior da costeleta e se prolonga inferiormente à orelha, até circundá-la posteriormente. Por essa incisão a pele é descolada, tracionada, seu excedente removido, juntamente com o reposicionamento das estruturas profundas para nova definição dos contornos da face.

Lifting de 1/3 inferior (pescoço):


Usada para casos de flacidez por excesso de gordura e pele abaixo do queixo e do pescoço. Neste as incisões iniciam-se na parte anterior da orelha e terminam na linha capilar do pé do cabelo. A pele do pescoço é descolada, tracionada, seu excedente e o excesso de gordura removidos e as estruturas profundas reposicionadas.

Perguntas Frequentes

Se eu fizer Ritidoplastia, quantos anos vou rejuvenescer?
Não é possível precisar idade e fazer com que o paciente tenha de volta seu rosto de 20 anos. O que acontece é que a fisionomia atual ficará mais jovial. Além disso, essa cirurgia não interrompe o processo de envelhecimento. Didaticamente, o que ela faz é simplesmente com que o envelhecimento continue a partir de um ponto anterior.
Como ficarão as cicatrizes? Desaparecerão?
As cicatrizes serão permanentes, apesar de serem discretas e irem se tornando cada vez menos visíveis com o decorrer do tempo.
Por quanto tempo persiste o resultado da Ritidoplastia?
A cirurgia da face, pescoço e pálpebras retarda visualmente o processo de envelhecimento desses territórios. Retarda, mas não interrompe o processo evolutivo do organismo”. Em alguns casos, há necessidade de retoques após certo tempo.
Há risco nessa operação?
Todo procedimento cirúrgico está sujeito a riscos, que podem ser minimizados. Raramente a Ritidoplastia determina sérias complicações se feitas dentro dos critérios técnicos consagrados.
As fotografias pré e pós-operatórias são importantes?
Sim, pois é a única maneira de se avaliar o resultado obtido. As fotografias dos (as) pacientes fazem parte de seus prontuários médicos e não podem ser usadas para outro fim.
Que tipo de anestesia é utilizada para a Ritidoplastia?
Tanto a anestesia geral quanto a local ou a associada são utilizadas, dependendo de cada caso. Seu cirurgião deverá sugerir-lhe a mais conveniente. O resultado final será o mesmo.
Quanto tempo demora o ato cirúrgico?
Em caso de cirurgia completa, envolvendo face, pálpebras e pescoço, o ato cirúrgico poderá se estender de 3 a 4 horas, dependendo do caso.
Qual o tempo de internação?
De 12 até 24 a 36 horas, de acordo com a necessidade de cada caso, sempre se levando em conta o conforto e segurança do paciente.
São utilizados curativos?
Sim. Geralmente são utilizados curativos secos. O grande curativo é retirado em torno das primeiras 24 horas, podendo ficar apenas um curativo leve sobre as cicatrizes residuais, após esse período.
Os olhos ficam ocluídos no pós-operatório?
Não obrigatoriamente. Poderá ser recomendada a aplicação de compressas de algodão embebido em água fria sobre os olhos, ou conduta similar, que podem ser trocadas conforme o paciente o deseje. Isto diminui a intensidade do edema pós-operatório sobre os olhos.
Há dor no pós-operatório?
O pós-operatório geralmente não apresenta problema de dores, desde que o (a) paciente observe as recomendações do cirurgião.

Ocasionalmente poderá ocorrer discreta dor, que poderá ser perfeitamente sedada com analgésico de linha comum.
Quando são retirados os pontos?
A maioria dos pontos das pálpebras é removida após 5 a 7 dias. Os remanescentes (face, pescoço, couro cabeludo), após 8 a 12 dias.
Quando poderá ser utilizada maquiagem?
Para as pálpebras, 3 dias após a retirada dos pontos. Na face, em torno do 5º dia. Seu cirurgião poderá fornecer-lhe maiores detalhes a esse respeito.
Quando poderão ser lavados e penteados os cabelos?
Entre o segundo e o sétimo dia pós-operatório poderão ser lavados e penteados os cabelos (com certo cuidado). Para secá-los utiliza-se secador manual com ar discretamente aquecido. As tinturas somente deverão ser utilizadas após a 4ª semana.
O “corte de cabelo” preparatório para a cirurgia é muito extenso? Poderá ser disfarçado no pós-operatório?
Os cabelos são cortados somente naquelas áreas onde se planeja localizar as cicatrizes. No pós-operatório imediato, este inconveniente poderá ser perfeitamente disfarçado.
O resultado da cirurgia de rejuvenescimento compensa?
Depende muito da expectativa do paciente e isso deve ser conversado à exaustão com o seu cirurgião no pré-operatório. Assim, se houver o acordo entre expectativas, um resultado satisfatório é obtido.
Responsive ThemeForest Wordpress Theme Avada bigtheme.net/wordpress/themeforest/323-avada BIGtheme.net