Sahifa fully responsive WordPress News, Magazine, Newspaper, and blog ThemeForest one of the most versatile website themes in the world.

Mamoplastia de aumento

A mamoplastia de aumento é um procedimento estético destinado ao aumento do volume das mamas através da inserção de uma prótese de silicone. Os famosos implantes de silicone, é a cirurgia mais procurada no mundo. No Brasil o quadro não é diferente. Nos consultórios esse procedimento é, sem sombra de dúvidas, um dos mais procurados. As novas técnicas e a capacidade dos cirurgiões plásticos brasileiros fazem com os resultados dessa cirurgia sejam cada vez melhores, mas como toda cirurgia, a mamoplastia exige cuidados para que o seu sonho de ter seios lindos não se transforme em pesadelo:

  1. Pesquise sobre o assunto
  2. Procure um bom cirurgião, autorizado pela SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica)
  3. Consulte ao menos dois profissionais
  4. Pergunte tudo para o médico, não saia do consultório com nenhuma dúvida
  5. Opte por um cirurgião que lhe transmita confiança
  6. Faça um planejamento cirúrgico em conjunto com seu médico
  7. Defina a melhor técnica, tipo e tamanho de prótese
  8. Não omita informações ao seu médico
  9. Cumpra rigorosamente todas as exigências e exames pré-operatórios
  10. Cumpra rigorosamente os procedimentos pós-operatórios
  11. Procure o cirurgião sempre que tiver dúvidas
  12. Visite o médico periodicamente após a cirurgia

Tanto o perfil quanto o tamanho da prótese podem variar de acordo com o corpo e o desejo da pessoa, podendo também ser inserida por cima ou debaixo do músculo. Todas essas variantes fazem as pacientes chegarem com muitas dúvidas. Onde colocar o implante, se abaixo ou acima do musculo, é justamente umda dessas dúvidas.

Primeiro é preciso deixar bem claro que cada paciente é única, portanto, o que deu certo para uma amiga, pode não ser o indicado para você. Essa definição será feita em conjunto com o cirurgião, no entanto, conheça algumas indicações e contraindicações de cada tipo:

Implante submuscular (quando a prótese é colocada sob o músculo:

  • As mamas ficam com aspecto mais natural
  • Maior probabilidade dos seios ficarem caídos
  • Seios ficam menos juntinhos
  • Cirurgia mais longa e complexa
  • Pós-operatório mais dolorido e demorado
  • Indicado para pacientes muito magras com tecido mamário insuficiente para cobrir os implantes
  • Indicado para incisão axilar
  • Indicado na reconstrução mamária
  • Indicado em pacientes com histórico familiar de tumor nas mamas

Implante subglandular (a prótese é inserida acima do músculo, sob a glândula mamária)

  • Cirurgia menos demorada
  • Pós-operatório mais tranquilo
  • Seios ficam mais “juntinhos”
  • Seios ficam mais arredondados
  • Seios ficam menos caídos
  • Probabilidade maior de aparecimento de estrias
  • Silicone aparece mais
  • Maior chance de contratura muscular
  • Possibilidade de diminuição da sensibilidade da glândula
  • Indicado para mamas tuberosas
  • Indicado para mamas caídas
  • Indicado para pacientes que querem colocar pouco volume

Mas existem outras pontos a serem esclarecidos antes de se realizar o implante.  As incisões mamárias, por exemplo. Você já deve ter ouvido falar em vários tipos delas, mas você sabe quais são elas e quais são suas diferenças? Existem, atualmente, três tipos de incisões:

Infra mamária: A mais usada entre todas, é feita abaixo da mama e não danifica as estruturas mamárias e permite ao cirurgião um controle melhor da cirurgia

Areolar: É feita entre o mamilo e a mama, deixa a cicatriz quase imperceptível. No entanto, não pode ser usada em casos de grandes volumes. Além disso, qualquer imperfeição fica aparente e há o risco de afetar a amamentação.

Axilar: Feita na axila, a cicatriz é quase imperceptível. Essa incisão não é indicada em casos de reconstrução mamária, tampouco em quem tem histórico familiar de câncer de mama. Além disso, o cirurgião tem menos controle do procedimento, aumentando o risco de assimetria.

Por fim, uma expectativa realista do resultado da cirurgia é fundamental. Muita gente confunde, por exemplo, a mamoplastia com a mastopexia. A mamoplastia serve basicamente para alterar o volume das mamas. Já a mastopexia, ou lifting de mamas, é a cirurgia mamária que “levanta” os seios e redesenha a aréola sem mudar seu volume.

Então, se seu objetivo é apenas levantar os seios, a cirurgia para você é a mastopexia. Se o objetivo, no entanto, for mudar o volume, o ideal é a mamoplastia.

Realize uma avaliação médica para saber qual é o procedimento ideal para você!